Wiki Catolica
Advertisement
As origens apócrifas do cristianismo
Apresentação
1 Abrindo as portas das origens
2 O Evangelho de Maria Madalena
MM 7,1-10: a matéria MM 7,11-28: o pecado
MM 8,1-10: harmonia MM 8,11-24: bem-aventurado
MM 9,1-20: o beijo MM 10,1-25: o tesouro
MM 15,1-25; os climas MM 17,1-20: a preferida
MM 18,1-21: Meu irmão Pedro MM 19,1-3: anunciar o evangelho
3 O Evangelho de Tomé
Texto, datação e autoria Gênero Literário e conteúdo
Personagens Evangelho de Tomé e o de João
A não-dualidade O Reino do Pai
Evangelho de Tomé e os sinóticos Tomé e Maria Madalena
4 A outra Maria, mãe de Jesus, segundo os apócrifos
Os pais de Maria A infância de Maria Maria deixa o Templo
Maria em Nazaré A caminho Entre Belém, Egito e Nazaré
A morte de Jesus O anúncio da morte O dia em que Maria morreu
A procissão Maria no túmulo Resumo
5 A história de José nos evangelhos apócrifos
6 A infância de Jesus nos apócrifos
7 Conclusão
8 Bibliografia básica para o estudo dos apócrifos

MM 8,11-24: quem caminha é um bem-aventurado, um ser de paz[]

11Após ter dito aquilo, o Bem-aventurado
12saudou-os a todos dizendo:
13"Paz a vós - que minha Paz
14seja gerada e se complete em vós!
15Velai para que ninguém vos engane
16dizendo:
17'Ei-lo aqui.
18Ei-lo lá.
19Porque é em vosso interior
20que está o Filho do Homem;
21ide a Ele:
22aqueles que o procuram o encontram
23em marchainclusão semítica. Estar em marcha é ser bem-aventurado (nota de Mª Ap. Pascale)
24Anunciai o Evangelho do Reino."

  • Paz a vós. O que é a paz? Paz se diz em hebraico Shalom, o qual, por sua vez, tem sua origem no verbo Shlm que, no tempo verbal piel(?), significa pagar, devolver, ressarcir, indenizar, conservar. Da mesma raiz, o adjetivo Shalem significa estar completo, inteiro. Pagar em hebraico tem o sentido de completar o valor justo. É uma forma simbólica de completar o vazio deixado pelo objeto tirado. Quem compra e não paga mutila o outro. Quando a Igreja Católica propõe no ano jubilar o perdão das dívidas, ela nos convoca a agir de modo que o nosso próximo volte a ser inteiro, completo. Para muitos, paz é tranquilidade, bem estar social, momentos passageiros de alegria. O que não deixa de ser verdade. Mas paz é muito m Paz a vósais do que isso. Paz é um eterno estar em harmonia com Deus, o outro e o universo. Os judeus acreditam que o Messias só virá, quando a justiça social estiver implantada em nosso meio. Jerusalém, a cidade (Yeru) da paz (Shalem), é protótipo desse sonho, dessa esperança. Jerusalém , em hebraico se escreve, na verdade, Ierushalaim. Duas vezes aparece o i (em hebraico yod), sendo que na segunda vez ele não é pronunciado, pois representa o nome de Deus, Iahweh. Os outros povos, não compreendendo o significado do i no nome dessa cidade santa, traduziram o seu nome para Jerusalém. O yod representa, para o semita, a esperaça. E é nesse contexto que podemos entender a fala de Jesus: Nem um i sequer será tirado da Lei (Mt 5,18). A esperança de paz, de voltar ao tempo de Deus, jamais acabará para quem sabe esperar. Jesus pode dizer Paz a vós, pois ele é a paz. A sua presença já é paz e esperança. Paz de Cristo, dizem os cristãos católicos ao se cumprimentarem durante a celebração da Eucaristia. A expressão Paz de Cristo reúne os elementos do ser completo, da harmonia e, mais que isso, da presença duradoura de Deus transmitida por Jesus aos seus.
  • Que minha Paz seja gerada e se complete em vós! A paz só será possível se nos empenharmos no caminho dela. Encontrar a paz exige constância nos caminhos de Deus. Quando houver injustiça social, a paz não será possível. Gerar a paz significa lutar contra toda e qualquer discriminação, ser arauto da paz e do bem. A paz não se compra e nem se vende, se conquista. Há quem nasce e morre sem paz. Há que cria situações de não paz. E há também os que deixam a paz ser completada dentro deles.
  • Velai para que ninguém vos engane. O Mestre nos convida a ficar atentos com aqueles que roubam a paz ou vendem a falsa paz. Enganar é mesmo que tirar do centro, da situação de harmonia. Quantos, em nome de Jesus, pregam uma falsa paz e um falso Jesus. E quantos os seguem! Cuidado ao ouvirem:
  • Em marcha. Só quem se coloca na dinâmica do Mestre é que pode manter-se no caminho. Só quem está no centro é que se põe a caminho. O caminho se faz caminhando, dizem os poetas. O caminho é sempre uma marcha que não para nunca. No caminho sempre se anuncia: encontrei o ressuscitado, encontrei o caminho que não tem retorno, o caminho sem volta.

A vida é sempre uma marcha. Ai de nós se não soubermos caminhar. Ai daqueles que perdem o bonde da história. Tudo passa rápido. O que é hoje, amanhã não será. O em marcha de Jesus no evangelho de Maria Madalena nos lembra as bem-aventuranças dos Evangelhos canônicosCf. Jean-Yves Leloup, O evangelho de Maria, p.80-81. É com se Jesus dissesse: Em marcha os que sofrem, pois serão consolados. Em marcha os que tem sede e fome de justiça, porque serão saciados. Quem está em marcha é um bem-aventurado, pois está no caminho. E o caminho é por si dinâmico, exige estar de pé, disposto a não parar nunca. O bem-aventurado é aquele que caminha em Deus. Bem-aventurados os pobres que estão no Espírito de Deus.

Advertisement